Leão, leão, leão. Salvai-me, Deus!

Assim que senti aquele bebê sobre meu peito fiz 3 perguntas, chorando, claro.

A primeira: que horas são? Que horas teria Bento nascido e nessa roleta de possíveis ascendentes, qual teria escolhido?

A segunda: qual foi o Apgar? Uma fisioterapeuta que se preze deve saber que existe esse índice que diz sobre os sinais vitais do seu filho.

A terceira foi uma declaração: nós não somos um casal gay. A Jú estava na sala de parto me dando apoio, filmando e, naquele momento, também se debulhava em lágrimas. Preferi esclarecer. Não somos um casal gay. Sou mãe solteira, Ju é amiga. Ponto final.

Assim que entrei no quarto, chateada de estar anestesiada dos pés pra baixo – não tive o meu sonhado parto natural – catei meu celular e fui fazer o mapa de Bento Rebento.
Língua chibata do mundo! O moleque é leão, ascendente em leão, mercúrio em leão. Leão, leão, leão! Leão, meu maior alvo de zoação e provocação. Sempre tratei como palhaçada o seu problema com orgulho, dignidade e roupas.
Meu oposto 3 vezes condensado num pequeno ser pirracento. Pra começar seu choro não vem num crescente, já sai tipo naquele tom que só a Mariah Carey sabe fazer misturado com a voz do Vin Diesel. É de deixar qualquer um louco! Ele é o resumo de um mercúrio em leão na casa 12: eu berro e faço drama até você morrer de pena de mim e fazer o que quero.
Na rua, as pessoas olham e dizem “tadinho”. Tadinho?! Tadinha de mim que está escutando esse choro há meia hora e não sabe o que fazer!
Bento veio com seu fogaréu flamejando, pronto para atear fogo na minha vida. Só não contava que sua mãe seria astróloga sagaz e durona. Quer dizer, contava, lua em gêmeos conjunção Júpiter, trígono Marte Saturno, sextil Sol. Mamy é linha dura, bebê. Uma fofa, estará ali pra tudo, mas não terá a menor paciência para chiliques.
Tá, vou falar. Fiquei orgulhosa dessa lua. Diz muito sobre minha vontade de protegê-lo e de como essa minha forma debochada e alegre de ver a vida o afetará. Não é à toa que desde que nasceu Bento já teve uns 10 apelidos. Pingüim (parecia um pinguinzinho quando nasceu), Happy feet, Costinha (quando ficava pondo a língua pra fora loucamente pra mamar), Azedume (primeira noite de cólica), Brabo (na hora de trocar a fralda), Mamute (quando percebi que ele era realmente grande), Hell Boy (esse é o limite extremo da irritação, parece uma pimenta), Macaquinho (quando está mamando), Aquaman (adora um banho, detesta sair dele )e outros…
Em resumo, é um mapa legal, não existem mapas ruins. Me surpreendeu. Com Bento aprenderei mais sobre minha sombra leonina e ele sobre sua sombra aquariana.

O meu desejo é que dessa experiência saiamos vivos! Kkkkkkkkkkkkkk

6