bonito-mao-vetor-bolha-desenhado-discurso_34-35204[1]

Respondendo às perguntas

Acho engraçado. Acho mesmo. As pessoas ficam sabendo da gravidez e começam as perguntas:

“-Grávida????”
Penso cá comigo: sou a primeira?

“-Grávida? Como?”
Você quer mesmo que eu te explique como? Sexo. Foi fazendo sexo. Normalmente, bebês são feitos através de sexo. Exceto o caso da Virgem Maria.

“-Grávida? Como? Quem é o pai?”
Te interessa muito quem é o pai? O pai é um cara legal e é isso que também não te interessa no momento. Seja educado e me dê parabéns, porque é assim que pessoas educadas reagem quando sabem que a outra está grávida.

“-Grávida? Como? Quem é o pai? Me conta isso direito.”
Você acha que se eu quisesse te contar não teria te ligado? Teria, neh? Então recolha-se à sua insignificância de colega do facebook e, como eu disse anteriormente, dê parabéns e dê um “curtir”. Pronto acabou.
(Peguei pesado nessa! rsrsrsrsrs É só brincadeirinha. Quer dizer mais ou menos.)

“Grávida? Ainda dá tempo de tirar. Vai tirar?”
Olha, vou dizer a vocês… Essa eu considerei a maior grosseria que se faz a uma mulher que está grávida e acaba de contar. Não julgo quem é a favor de aborto. O ser humano é muito frágil e rezo para não estar numa situação que me faça ter o aborto como opção. Só de imaginar me sinto mal. Sei que isso é MEU. Tenho amigas e conhecidas que já fizeram. Não julgo de coração.
Agora, me responda, se eu pretendesse tirar ia anunciar a gravidez? Porra! Vamos raciocinar, galera! Claro que não! Imagina só eu posto no facebook algo que indique que estou grávida e uma semana depois “Pessoal, não tô mais grávida abortei. Foi tranquilo, passo bem.” Alooowwww!!! Não se fala dos próprios podres no facebook! Nem ao vivo, na verdade. Temos o superhero complex, não sofremos nem erramos.

-Grávida? E a sua família?
Minha família apoia o que estou afim de fazer. Minha família não tem superhero complex. É todo mundo doido mesmo. Somos assumidos. Não posamos pro comercial Doriana porque não fazemos esse estilo. Não sou fodona. Mas nesse caso eu bancaria se fosse necessário. Bancaria pelas minhas convicções. Covardia é pro sexo masculino. Aliás, a sorte da humanidade é que eles não engravidam e que nesse ponto nós mulheres temos o poder. A gente decide se tem ou não. Imagina se os homens decidissem? Controle de natalidade natural. São inúmeros os casos em que a mulher aborta pela pressão masculina. Duas histórias me marcaram nesse período de descoberta. Uma foi de uma mulher rica que casou com um cara mais pobre, lançou ele no mercado e ele enriqueceu. Virou presidente de uma associação importante e toda vez que ela engravidava ele mandava tirar, porque ele fazia pesca marítima e queria que ela o acompanhasse. Sem comentários. Ela fez algo em torno de 8 abortos e lá pelas tantas descobriu que ele tinha 2 filhos com a secretária da empresa. Atualmente, ela mora na europa sozinha, velha, sem marido e sem nenhum dos seus 8 filhos. Sabe o que tenho a dizer? CA-RA-LHO! Só isso.
O segundo caso foi o da minha avó materna, empregada doméstica, saiu de Minas sozinha pra tentar viver melhor em São Paulo. Casou com o meu avô, segundo ela por sobrevivência, pois tinha perdido a virgindade com ele e naquela época não se casava mais se isso acontecesse. Teve a minha mãe. Entre minha mãe e minha tia fez 3 abortos porque meu avô pedia e eles eram muito humildes. O que minha avó me disse, e eu NUNCA vou esquecer, foi o seguinte:”-Eu hoje penso que poderia ter tido. Lavaria mais roupa pra fora. Economizaria mais. Teria meus filhos. Rezo pra eles até hoje. Tenha seu filho, o resto a gente ajeita.” Não preciso dizer mais nada. Minha avó reflete o espírito da minha família. Repare que ela disse que casou com meu avô por sobrevivência e não por amor. O amor dali se criou. Meu avô faleceu ano passado, eles eram separados, mas muito amigos. Ela não tem o superhero complex e por isso é uma das pessoas que mais amo e admiro na minha vida.

Boa noite.

Fernanda Nunes

10

Comentários

  1. Cissa disse:

    Nandinha, parabens pelo seus textos !!!! escreve logo o proximo. vc ta arrasando. bjao

  2. Uma lição de Vida sem dúvida Fernanda.
    Não fui seu professor. Conheço você de corredor da Escola e de alguns amigos em comum. Mas uma coisa eu sempre percebi, e pelo que acabo de ler não estava enganado. Você é determinada, que ótimo. Os homens precisam de mais mulheres estilo Sarah Connor na vida. Parabéns ! E que Deus ilumine o seu caminho e da criança com você.
    Ailton Alexandre

  3. Vanessa disse:

    Mandou, muito tenho lido todos, adorei! Beijos
    Vanessa