“Cê demora a vir
E eu reclamo enquanto espero
Muito
Sem deixar de esperar
Ensaio esquecer
Mas continuo esperando
Cê demora a vir
Mas quando vem,
Vem de avalanche
Vem de enxurrada
Me protejo
E reclamo pq acho que vc se protege
Ô, macaca, olha a tua raba!
Cê vem
Me pega os cabelos
Me roça a língua
Dança pelado sorrindo
Ensaboa o meu corpo
Pra depois
Roncar feito um carro engasgado
Com a perna que pesa 300kg na minha barriga
Não ligo
Gosto até
De te olhar enquanto não consigo dormir
Bonito pra caramba, penso
Te beijo ainda dormindo
E vou embora soterrada
Inundada
Fingindo naturalidade
Com meu sentimento bem escondido
Tudo parece bem
Mas…
Do segundo que minha boca descola da sua
E do centésimo que o meu olhar desgruda do teu
Recomeço a te esperar

Vê se não demora dessa vez”
BKW
0 Postado por: Categorias: Qualquer coisa

Deixe um comentário