Todos os posts em É crônico…

20140501-104242.jpg

Dia do Trabalhador

- Boa tarde, poderia falar com a senhora Fernanda Nunes? – taquipariu… Lá vem.
- É ela.

Continue lendo.

556310_10151503732182292_16946712_n

Sei… Maluca…

A pessoa marca um horário com a astróloga. Está cansada de tomar nos relacionamentos. Está disposta a olhar melhor seus podres a fim de melhorá-los. Parar de escolher tão pessimamente mal seus parceiros. “Vou lá, vou entender esse complexo de Édipo filho da puta, ou então, vou compreender porque me saboto tanto.” Continue lendo.

p15m_e_e_filho

Monopólio do maior bem durável e amável

Dá pra olhar pra tudo, ou quase tudo, por dois prismas, o otimista e o pessimista. Ser mãe solteira não é diferente. Você pode se enxergar como a mais infeliz das pessoas por criar um filho sozinha, como também pode ver-se como detentora do monopólio do maior bem durável e amável da sua vida.

Quando dei a entrevista ao GNT saindo da maternidade com meu filho nos braços, Continue lendo.

Rito de passagem

Todo mundo dando tchau pra 2012, festejando, desejando um 2013 feliz… Tenho lá minhas mágoas com 2012. Quando falo isso me olham estranho: “Nossa, não deve estar feliz de ter tido um filho, tá dizendo que odiou o ano que passou.” Que cobrança de felicidade, não é mesmo? Normal. Continue lendo.

blogger-image-1234607475

Mãe solteira

Depois de vários emails e comentários, é inevitável falar sobre o assunto. Ser mãe solteira é mais comum do que parece e, do meu ponto de vista, um pouco mais complicado. Claro que quando penso que eu poderia estar com um cara chato ou num relacionamento falido, fico satisfeitíssima de estar sendo mãe solteira do filho de um cara que não interfere. Mais uma vez, melhor assim. Penso que se tiver que interferir que seja por amor e não por vontade de me sacanear. Infelizmente, nessa trama de pais separados, a guerra parece o pano de fundo mais comum e foda-se a criança. Continue lendo.

Tarde agradável em Ipanema

Ainda bato em alguém na rua… Como explicar a essa quantidade irritante de intrometidos que não quero a opinião deles? Hoje, andando por Ipanema, Bento estava chateado de estar no carrinho e não no colo. Eu também estava chateada de vê-lo e ouvi-lo chateado. As pessoas me olhavam, olhavam o bebê e disparavam seus comentários sem reparar que corriam perigo, aquela mulher que pilotava o carrinho estava furiosa. Continue lendo.

Brava, sou brava.

Eu sou encrenqueira, sou agressiva e não fujo de um embate. Não estou dizendo que sou boa neles, sou péssima. Quando minha raiva é amena ou média, vou bem. Mas quando ela é insana, eu choro. Uma droga. Resolvi admitir que sou encrenqueira. Adoro uma discussãozinha, achar que os outros não batem bem da bola e que eu sou A verdade. Melhor admitir, metida, pentelha e essencialmente encrenqueira. Continue lendo.

Gravidez do tipo limonada

Eu fiz uma limonada. Minha gravidez podia ter sido só um limão, mas eu fiz uma limonada. Pra falar a verdade, eu fiz uma limonada com alguns, tomei tequila com outros e ainda curti uma michelada com o restante. Oscilei, claro. Não há coração que passe ileso a estar sozinho 9 meses. Continue lendo.

Rapidinho???!!!


“Você vai emagrecer rapidinho!”
O que é rapidinho?
Talvez o seu rapidinho não seja o meu rapidinho.
Talvez o seu rapidinho seja o meu demoradinho.
Talvez o seu rapidinho seja o meu demoradasso.
Talvez o seu “rapidinho’ seja o meu “isso é uma eternidade!”. Continue lendo.

Agradecimentos: gratidão é sempre importante

Ontem, foi ao ar o programa Boas Vindas do GNT. Eu e Bento cedemos o ilustre momento do nosso encontro. Passou um filme na minha cabeça e me emocionei como era de se esperar. Lembrei da dor, muita dor. Se alguém me dissesse que eu passaria por aquela dor de novo, eu juro que entraria em pânico. Senti dor naquela intensidade porque ele não passava (não se assustem, mulheres!). Lembrei também da minha determinação que, em muitos momentos, se torna teimosia. Muitas amigas ficaram preocupadas comigo após a 40ª semana, sabiam que do jeito que sou, iria até o fim com o que acredito. Fui. Mas fui com responsabilidade. Fiz questão de estar com um médico da minha confiança, um cara pelo qual me apaixonei. Continue lendo.

Orgulho de gênero

Se não fosse por amor prá carai ninguém passaria por isso… Ou melhor, nenhuma mulher. Atualmente, pergunto àquelas que têm mais de um como repetem? E elas me respondem: a gente esquece como é difícil. Juro pra mim que não vou esquecer, não posso repetir isso, a não ser que vire milionária amanhã cercada de empregados. Ainda assim deve ser difícil. Repito: somente por esse tipo de amor, que me desculpem os homens, QUE SÓ AS MULHERES CONHECEM, Continue lendo.

Leão, leão, leão. Salvai-me, Deus!

Assim que senti aquele bebê sobre meu peito fiz 3 perguntas, chorando, claro.

A primeira: que horas são? Que horas teria Bento nascido e nessa roleta de possíveis ascendentes, qual teria escolhido?

A segunda: qual foi o Apgar? Uma fisioterapeuta que se preze deve saber que existe esse índice que diz sobre os sinais vitais do seu filho.
Continue lendo.

Contagem Regressiva

Contagem regressiva.
Faltam dias para começar a me desfazer da minha barriga. Começar, é claro, porque já ando sabendo que a gente não se livra dela assim, tipo saiu o bebê acabou a barriga. Estou me preparando psicologicamente para me encarar no espelho e engolir o choro. Nessas últimas semanas me deparei com celulites vulcânicas e pés de cachaça. Continue lendo.

barriga1[1]

Visita à Perinatal

Hoje, fui fazer uma visita guiada na Perinatal de Laranjeiras para conhecer a maternidade e suas instalações. Continue lendo.

Programe a maternidade como eu programei a da minha cachorra, não como programei a minha. Ou não como não programei a minha.

Quando coloquei minha cadela pra cruzar no ano passado, selecionei um macho pequeno. Um que fosse um pouco menor que ela para facilitar o parto normal. Cesarianas em bichos (e em humanos) podem ser evitadas. Com bicho o treco é mais fácil, só envolve cio, não envolve emoção. Já eu, na minha vez, nem sabia que, na verdade, estava escolhendo um homem para ser o pai do meu filho. A intenção inicial era só sexo sem intenção de procriar. Foi aí que me dei mal e usei pouco a cabeça. Infelizmente, tenho predileção por homens altos, quando falo de namoro e sexo, não de parto normal. No meu caso, acho que homem baixinho só vinga como amigo meu. Continue lendo.

Tipos de personalidades ligadas ao gênero

Tipos de personalidades ligadas ao gênero. Não, não existem só dois. São quatro. Existem quatro categorias de gênero relacionados ao tipo de personalidade: Homem macho, Homem fêmea, Mulher macho, Mulher fêmea. Vamos às descrições. Continue lendo.