Todos os posts em Esporte!

Outono

Eu lembro do dia em que parei de remar. Ou do dia em que me vi cogitar. Já estava formada. Cuidava de pessoas. As fazia andar. Continue lendo.

Cabeça Dura

Dia 11 de fevereiro de 2019 e uma pequena historinha pra vocês.

Hoje, fazendo keeping no clube, sofri um acidente. Continue lendo.

Imagine

Imagine que fosse natural, a menina escolher entre o laço de fita e a o carrinho de fricção.  Continue lendo.

Coragem

É preciso coragem para tentar.  Continue lendo.

Tudo menos o meu Whey

Ser mãe e ser atleta.
Chego em casa e minha mãe diz “Fernanda, você não sabe o que o Bento fez!” Continue lendo.

É tetraaaaaaaaa

Vocês devem se perguntar: O que houve com a mulher que corre com os lobos? Não escreve mais nada, será que a inspiração acabou? Pode ser aquela coisa de poeta escritor, né, que passa períodos sem escrever uma frase que faça sentido.

Continue lendo.

Cremoso é amuleto

O retorno pós maternidade single não foi mole. Já melhorou bastante e faço um esforço enorme para deixar de ser rabugenta e me flagelar com as dificuldades que enfrentamos no dia-a-dia.

Continue lendo.

Natação

Eu tinha tudo pra ser uma esportista. Continue lendo.

Irineeeeuuuu!!!

(foto 1998)

Não é segredo, nem novidade pra ninguém que me conhece, o Botafogo de Remo sempre foi minha casa.

Continue lendo.

Irineu Ferreira: Muito Amor

REMOENDO

O Ministério da Saúde adverte: a Lagoa Rodrigo de Freitas vicia. Use sem moderação.

Maternidade e suas mini-separações

Fico pensando o que vai acontecer quando eu voltar a dormir 8 horas por noite. Há 4 meses atrás, era impossível imaginar que eu estaria fazendo o que faço hoje dormindo no máximo 3 horas seguidas. Minha sensação era que depois de uma noite dessas que Bento suga todo meu leite, minha alma sairia pelos meus mamilos.

Continue lendo.

Vai ter que dar

Bob, o treinador do Phelps (ídolo) diz que todo atleta deve saber treinar em situações adversas. Eu achava que já tinha passado por algumas, como, por exemplo, fazer uma semana de testes de ergômetro e uma seletiva grávida. Agora não consigo imaginar uma situação mais adversa que a atual. Um filho pequeno e suas oscilações do dia-a-dia. A nova realidade de depender de outras pessoas para treinar. Cada dia uma batalha. Serenidade. Foi o que pedi para 2013. Perseverar. Continue lendo.

Rapidinho???!!!


“Você vai emagrecer rapidinho!”
O que é rapidinho?
Talvez o seu rapidinho não seja o meu rapidinho.
Talvez o seu rapidinho seja o meu demoradinho.
Talvez o seu rapidinho seja o meu demoradasso.
Talvez o seu “rapidinho’ seja o meu “isso é uma eternidade!”. Continue lendo.

Programe a maternidade como eu programei a da minha cachorra, não como programei a minha. Ou não como não programei a minha.

Quando coloquei minha cadela pra cruzar no ano passado, selecionei um macho pequeno. Um que fosse um pouco menor que ela para facilitar o parto normal. Cesarianas em bichos (e em humanos) podem ser evitadas. Com bicho o treco é mais fácil, só envolve cio, não envolve emoção. Já eu, na minha vez, nem sabia que, na verdade, estava escolhendo um homem para ser o pai do meu filho. A intenção inicial era só sexo sem intenção de procriar. Foi aí que me dei mal e usei pouco a cabeça. Infelizmente, tenho predileção por homens altos, quando falo de namoro e sexo, não de parto normal. No meu caso, acho que homem baixinho só vinga como amigo meu. Continue lendo.